O Desafio

Realizar com sucesso a transição de organizações para Agile possui muitos desafios. Apresento alguns desafios encontrados.



Desafio de implantar o método até virar um hábito
Mesmo que o time tenha claro quais são os valores que quer implantar, não basta dizê-los ou escrevê-los para que tudo mude. É preciso exercitar os novos princípios no dia a dia. Isso requer paciência e orientação, portanto o líder deve estar consciente do seu papel no processo, e acompanhar as expectativas do time em relação ao prazo de transição.

Desafio de transição da cultura organizacional
Gerir a cultura organizacional não é fácil, e alterá-la ainda é mais difícil - não impossível, mas extremamente difícil. A cultura tem raízes profundas. Como se trata de humanos, as tentativas para mudar a cultura produzem reações emocionais.
A maneira como as pessoas agem, em geral, reflete a postura do líder. Se a mudança não vier de cima, o resto tende a continuar do mesmo jeito, mesmo que as pessoas sejam treinadas para fazer diferente. O líder de cada área também tem que querer "ser ágil".

Desafio de gerar desejo de mudança
Com a convicção de que há necessidade de fazer mudanças presente. Uma mudança tática pode ser feita por meio da implantação de um novo sistema ou método (#Lean, #Agile, #Scrum). É necessário haver uma disposição sincera para transformar as coisas.

Desafio da cautela
Mesmo que não sejam boas, as metodologias que estão em vigor no presente norteiam os funcionários. Mudá-las de uma hora para outra vai impactar a vida das pessoas. Por isso, o líder deve estar preparado para criar o alicerce adequado para esse processo e evitar que a implantação do Ágil perca o seu rumo.

Desafio da motivação
A chave para o sucesso no longo prazo é motivar as pessoas a abraçar as novas causas. Um passo importante é fazer com que elas entendam quais são os benefícios dessa transformação. Reconhecer e incentivar os progressos também é fundamental, comemore as pequenas vitórias.

Reflexão
A cada passo da transição é altamente recomendável fazer uma análise dos resultados e , se necessário, corrigir o rumo. A reflexão é o caminho para encontrar oportunidades de melhoria no processo.

Agile Coach/Mentor
Contar com apoio de um Agile Coach/Mentor, faz toda diferença no sucesso da implantação do Agil. Enquanto se está no front de gerra, lhe dando com os desafios diários, irá precisar contar com ajuda de alguém experiente que já tenha passado por esta transição, um trabalho em equipe, que pode resultar em grande transferência de conhecimento.

No período da Renascença, que teve na pequena Florença o seu epicentro, todos os gênios renascentistas tiveram seus mestres, Leonardo da Vinci foi discipulo de Andrea Verrocchio, que estudou sob a supervisão de Donatello (não, não é a tartaruga ninja).
Em Atenas o filósofo Sócrates foi mentor de Platão, que teve como discípulo Aristóteles que foi professor de Alexandre O Grande.
Imagine um jovem cineasta com a supervisão de um Steven Spilberg?

Dedico este post ao Agile Coach e grande mestre Abu, conhecimento de Agile alguns anos luz na minha frente, me incentivou criar este blog, com objetivo de ter uma base de conhecimento para consultas no dia a dia, de grande importância nesta transição do Agil.

1 comentários:

  1. Parabéns Thiago pelo post e vamos juntos continuar essa jornada de trocas multas de conhecimento. Desafios é o que não faltam e ao final teremos muitas histórias para contar. Afinal essa Luiza.... :)

    Abraços do amigo Abu

    ResponderExcluir

 

Sobre

Agile Coach, Scrum Master, Eng. de Software com formação em Administração de Empresas em Análise de Sistemas.

Paixão por Software e Administração, foi como unir fogo com gasolina, combustão!

Comecei a programar aos 13 e nunca mais quis parar de respirar software.

Acordo todos dias até hoje com a mesma empolgação de um garoto de 13 anos para criar ou aprender algo novo.
A arte de criar formas de vida virtuais #Tron

Thiago Torricelly

Thiago Torricelly