O FIM do AGIL e Surgimento de nova onda da Fanatical Programming - Tendências para 2016


<Atualizando, este post foi pegadinha do dia 1 de Abril> :P
Imagine você eliminando o máximo de desperdícios de forma nunca imaginada e aumentando o máximo da capacidade humana em performance?

Sabemos que no mundo da tecnologia as mudanças e revoluções ocorrem muito rápidas, já vão fazer quase 20 anos desde o surgimento do manifesto ágil, porém um grupo de cientistas do MIT realizaram experiências em uma forma mais disruptiva de programação, onde já se tem comentado que o ágil como conhecemos estão com os dias contados, é a nova tendência da Fanatical Programming.

Antes de falarmos sobre o futuro, é importante contextualizar o passado de como surgiu o manifesto ágil, e porque irá acabar. Por volta de de 1990 quando a programação orientada a objetivos começou tomar o lugar da programação procedural, também surgiram novas formas de programar e testar, utilizando testes unitários, e por fim a programação orientada a testes - TDD.

Isto deu origem as comunidades de Extreme Programming, com eventos cada vez mais cheios, o que era muito raro na área de TI no início da década de 90, pois a internet era usada apenas como experimento em universidades americanas e a comunicação destes eventos era boca-a-boca. 

Por fim, um grupo de entusiastas da comunidade de XP, resolveu fazer um encontro das pessoas de maior impacto na comunidade para discutirem sobre os principais problemas do mundo dos bytes e elaborarem as melhores idéias de resolver os problemas enfrentados. Inicialmente eles pensaram em dar o nome do evento em algo como "Conferencia de Melhores Práticas da Programação Extrema", mas para simplificar, por um acaso resolveram dar o nome de "Conferência sobre métodos ágeis de desenvolvimento", desta forma não ficando apenas um evento da comunidade de XP, convidando referências de outras áreas como RUP.

A primeira vez que eu ouvi falar de Extreme Programming, acho que por volta de 2003, achei que era coisa de anarquista, algo criado por programadores rebeldes que não estavam nem ai para a análise de sistemas e boas práticas de programação que era ensinado nas faculdades. O nome "extreme" na época me passava uma idéia errada do que se tratava.

Voltando aos tempos atuais, quando ouvi falar que malucos descobriram uma nova forma disruptiva e deram o nome de Fanatical Programming, me despertou o mesmo sentimento que tive em 2003. Porém ao saber que se travava de cientistas de uma instituição de renome , o MIT, então acredito que realmente eles tenham razão, e o ágil como conhecemos está com os dias contados.

Estou preparando um próximo post contado cada detalhe desta nova forma disruptiva que irá ser um novo salto exponencial em como trabalhamos com desenvolvimento de software.

Como o Steve Jobs diria, "Aqueles que se acham malucos o suficientes para mudar o mundo que podem mudar"





0 comentários:

Postar um comentário

 

Sobre

Agile Coach, Scrum Master, Eng. de Software com formação em Administração de Empresas em Análise de Sistemas.

Paixão por Software e Administração, foi como unir fogo com gasolina, combustão!

Comecei a programar aos 13 e nunca mais quis parar de respirar software.

Acordo todos dias até hoje com a mesma empolgação de um garoto de 13 anos para criar ou aprender algo novo.
A arte de criar formas de vida virtuais #Tron

Thiago Torricelly

Thiago Torricelly